Dando cumprimento ao preceituado nos Cânones. 537 e 1280 do Código de Direito Canónico e às normas para administração das paróquias, de 11 de Junho 1998, onde se determina que em cada paróquia seja formado um conselho económico que colabore com o pároco na administração dos bens, o pároco escolheu sete colaboradores para o desempenho dessas funções que submeteu à aprovação do bispo diocesano.

Este conselho, homologado em 1 de Agosto de 2014, tem a vigência de cinco anos renováveis por um segundo quinquénio sucessivo.

– Pe.Paulo Jorge Ferregatão Neves Figueira
– Dr.João Domingos Fernandes de Abreu Salgado (Secretário)
– Dr.António Gonçalves Fernandes (Tesoureiro)
– Dr.Pedro Miguel Freitas Simões de Sousa (Tesoureiro)
– Dr.Jorge Santos
– Artur Miguel Nascimento Pavão
– Carlos Albino Ramos de Sousa
– José Eduardo Celso de Carvalhal Soares