«Algum de vós está doente? Chame os presbíteros da Igreja para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o doente e o Senhor o confortará, e, se tiver pecados, ser-lhe-ão perdoados.»
 (Tg 5, 14-15)

A Unção dos doentes mostra claramente a solicitude corporal e espiritual do Senhor para com os doentes. A pessoa que está doente necessita de uma peculiar Graça de Deus para que não perca o ânimo na aflição, nem venha a fraquejar na fé, pela falta de confiança no Senhor. (Cf. SUI 5)

Recebendo o Sacramento dos doentes, o enfermo pode suportar melhor, com mais fortaleza, os males que o afligem, e pode vencê-los obtendo a saúde do corpo e renovando-se na sua espiritualidade. Este Sacramento, pela oração feita sobre o doente e com o doente confere, se necessário, o perdão dos pecados e a consumação da Penitência cristã. (Cf. SUI 5)

Por tudo isso, através da Unção dos Doentes, pede-se ao Senhor que o cristão regresse às suas normais actividades, às suas anteriores ocupações, uma vez que se pede a cura de toda a fraqueza, o sarar de todas as feridas, o alívio de todas as dores da alma e do corpo, o perdão de todos os pecados. (Cf. SUI 77)

O Sacramento da Santa Unção é celebrado sempre que nos for pedido. Basta contactar o cartório.

__

Dia Mundial do Doente (11 de Fevereiro) 

Deus eterno e omnipotente, 
que tendes em vossas mãos todos os momentos da nossa vida,
recebei as nossas súplicas que vos apresentamos
pelos nossos irmãos doentes,
aliviai-os com o auxílio da vossa misericórdia,
de modo que, recuperando a saúde,
possam dar-vos graças
e todos nos alegremos de os ver sãos e salvos.
Amen.